A Future Education

Desenvolvemos pessoas para reimaginarem e liderarem o futuro da educação e do trabalho

Há 9 anos geramos impacto positivo na Educação

Acreditamos no poder da aprendizagem, na mudança de mentalidade e na ampliação de repertório para reimaginar a educação, para todas as pessoas, que valorize o talento e o potencial de cada pessoa, que seja o principal recurso de transformação individual e coletivo, que habilite novas estratégias, capacidades e narrativas de crescimento que sustentem o desenvolvimento de sociedades mais justas, igualitárias e prósperas.

Conheça o nosso manifesto

2016
Fundação
+75
Clientes
2
continentes

Juntos somos mais fortes para transformar a Educação e o Trabalho

História dos fundadores

A ideia do que hoje é a Future Education remonta o ano de 2014 quando os fundadores se conheceram em Curitiba, capital do Paraná, Brasil.

Na época, a Juliana trabalhava na Universidade Tuiuti do Paraná - UTP onde atuava como Coordenadora Acadêmica dos cursos de Graduação em Administração, Relações Internacionais e CST em Logística e Recursos Humanos e o Thiago Chaer era Founder e CEO da Engaged, edtech que tinha como missão personalizar o relacionamento com o aluno e alumni da Universidade.

Durante a prestação de serviço da EngagED na UTP, Juliana e Thiago aproveitavam as reuniões de trabalho para trocar e compartilhar suas experiências profissionais em Educação e, ao longo dos meses, perceberam que tinham um sonho em comum: ter uma escola realmente inovadora e que pudesse gerar impacto positivo na vida das pessoas.

Das trocas a respeito desse sonho, ambos passaram a compartilhar uma agenda de trabalho para desenhar o que seria essa escola do futuro. Ainda, nesse mesmo período, Juliana havia fundado o Pimenta - um Centro de Pesquisa, Inovação e Negócios dentro da Universidade Tuiuti e convidou o Thiago Chaer para atuar como mentor em projetos de empreendedorismo dos alunos dos cursos de Administração e Engenharias.

A partir das trocas com alunos dentro do Pimenta e estando próximos ao mercado de edtechs do Paraná, eles perceberam uma outra necessidade latente: existia um lacuna muito grande entre empreendedores de startups de educação e as Universidades.

Assim, o sonho da escola inovadora começa a amadurecer a partir da necessidade de melhorar o empreendedorismo educacional. Como podíamos formar os empreendedores de edtech para saberem melhor se relacionarem com as Universidades e resolverem problemas reais da Educação melhorando a vida em sociedade no Brasil?

Depois de muitos meses de reuniões e cocriações, Thiago tem a seguinte ideia: por que não criamos um grande espaço colaborativo entre diferentes grupos educacionais, universidades e startups? Podíamos colocar diferentes players de Educação para compartilharem experiências e criarem cases de inovação aberta e esse espaço poderia chamar Future Education.

Juliana gosta da ideia mas sugere que talvez Curitiba não seja a melhor localização para isso. E que tal se fossemos para São Paulo?

No final de 2015 unem esforços para uma mudança radical de vida: abandonar seus atuais papéis profissionais e financiarem uma mudança para São Paulo. Thiago como empreendedor nato que sempre foi, sai da sociedade na Engaged para mergulhar e focar no novo sonho chamado Future Education. Juliana, por sua vez, mais conservadora, prefere optar em conciliar um novo emprego com o empreendedorismo. Assim, em março de 2016 eles se mudam para São Paulo, onde a Juliana assume a liderança do DEA - área de Desenvolvimento de Ensino e Aprendizagem do Insper e o Thiago assume a cadeira de CEO da Future Education.

Como CEO da Future Education, Thiago tentou captar investimento para a construção do espaço colaborativo entre grupos educacionais, universidades, escolas e edtechs mas ninguém topou tamanha insanidade, afinal, como colocar tanto concorrente no mesmo espaço, pensando melhorias para a Educação do país? Engraçado que cerca de um ano depois, espaços como o Cubo em São Paulo começaram a pipocar pela cidade e foram vistos como um case de sucesso. Enfim, o caminho da Future Education era outro.

Thiago era sempre muito procurado por outros empreendedores de edtech para entenderem melhor o mercado de Educação e dessa experiência de mentorias e reuniões com empreendedores, nasce uma nova ideia: por que não formarmos os empreendedores de edtech para empreenderem em Educação? Nessa mesma época, a Juliana é enviada pelo Insper para o curso de Design Centrado no Aluno do Olin Colege em Massachussets, nos Estados Unidos. Thiago aproveita a viagem e vai visitar a Learning Launch, aceleradora de edtechs de Boston. Da experiência conjunta de ambos nos Estados Unidos, surge o primeiro modelo de negócio da Future Education: a primeira aceleradora de edtechs da América Latina.

Como aceleradora a Future Education atuou acelerando mais de 45 edtechs e auxiliou a captação de mais R$ 300 milhões recebidos como aporte de capital, +500 mil alunos impactados, +2.6 mil escolas e +40 mil professores por todo o Brasil. De 2016 a 2019, consolidou o maior consórcio global de aceleradoras de edtech do mundo, permitindo o intercambio entre empreendedores e mercado educacional a nivel global. A Future Education também liderou a construção de relatórios e indicadores para a ABStartups, The Economist e Navitas Ventures. Além disso, liderou programas de inovação aberta ao lado do Grupo Marista e do Instituto Jatobás e apoiou grandes edtechs como a Digital House, Kuau, Trieduc, Younder, Kanttum, Edusense e a Piraporiando.

Com a experiência em aceleração de edtechs e o antigo sonho de se tornar uma escola inovadora, a Future Education lança sua primeira formação através do curso de "Gestão de Produto Educacional", lançando no mercado brasileiro o conceito de produto digital Educacional, ainda antes do advento da pandemia do coronavirus em 2020. Empresas como SENAI Nacional, XP Educação, PUC Rio e Grupo Arco são algumas das organizações que formaram seus times na gestão de produtos educacionais.

Enquanto Juliana auxiliava o Thiago no crescimento da Future Education, ela atuava na gestão e formação do corpo docente do Insper, debatendo e aprendendo sobre a aprendizagem. Essa experiência atrelada ao desenvolvimento de empreendedores de edtech no programa de aceleração, auxiliaram no aprimoramento do modelo de negócio: ofertar formação sobre aprendizagem, com desenho de cursos e formações de pessoas não apenas no contexto universitário mas também no corporativo.

Assim, no final de 2019 a Future Education passa a atuar também na educação corporativa, auxiliando equipes de recursos humanos e treinamentos a repensarem seus processos e cultura de aprendizagem.

Dessa experiência em produto educacional e processos de aprendizagem, surge também o convite para formar o corpo docente no Instituto Politécnico de Coimbra, em Portugal. A Future Education passa a ter atuação na Europa, ficando incubada durante a pandemia no Startup Lisboa, onde pode trocar experiencias com empreendedores internacionais e conhecer o mercado europeu de educação e treinamento.

Ao longo dos anos de pandemia, a aprendizagem digital ganha força e a Future Education também. Bayer, Itaú, Agrivalle, XP, Rehagro, PUC Chile, dentre outros passam a compor o portfólio de clientes em aprendizagem e produto educacional.

Após quase 10 anos de atuação, Thiago e Juliana podem dizer que alcançaram o antigo sonho: a Future Education nasceu como aceleradora de empreendedorismo educacional e se consolida no mercado como escola inovadora que tem por objetivo desenvolver pessoas para reimaginarem e liderarem o futuro da educação e do trabalho.

Nossos valores

A educação e o trabalho podem ser reimaginados

Com a atitude correta, o coração e a mente abertos, podemos reimaginar o que é complexo mudar.

Agir na complexidade

Abordar os desafios com uma mentalidade aberta, buscando entender as interações e relações entre os diferentes elementos envolvidos, e estar disposto a aprender e se adaptar ao longo do caminho.

Cuidar das pessoas

Gostar de gente e construir relações que ajudem a alavancar o crescimento e a reputação da comunidade de empreendedorismo educacional.

Sair do convencional

Explore pensamentos e ações não convencionais, escape do habitual, do rotineiro e amplie suas percepções sobre a realidade individual.

A diversidade como essência

Todo talento e experiência de vida conta para reimaginar a Educação e o Trabalho.

Ser uma pessoa curiosa

Demonstrar interesse genuíno pelas pessoas, lugares e conhecimentos.

Todos são capazes de aprender

Incentivar e dar as condições ideais para florecer o talento das pessoas.